Notícias

Associada continua treinamentos físicos na gravidez

Symara Motter manteve a prática de Muay Thai até os sete meses de gestação

27/09/2018 17:09


Já pensou em praticar uma arte marcial? A associada Symara Motter, promotora de Justiça da Comarca de Curitiba, luta Muay Thai já há cinco anos e a gravidez não a impediu de continuar a praticar o esporte durante os sete meses de gestação.

O Muay Thai é uma arte marcial oriunda da Tailândia, também conhecida como boxe tailandês. É uma modalidade esportiva muito completa e intensa, pois utiliza várias partes do corpo, como, punhos, cotovelos, joelhos, canelas e os pés.

Symara falou sobre os desafios da luta: “Pratico o Muay Thai há três anos de forma contínua, mas já praticava há cinco anos com alguns intervalos. Os desafios maiores consistem no aumento gradativo da complexidade dos movimentos, a necessidade de realizar os movimentos com técnica e qualidade além de precisão, rapidez e força. Trata-se de um exercício completo que trabalha tanto a parte aeróbica quanto a parte muscular de todas as partes do corpo”.

A associada atualmente é faixa vermelha ponta azul clara e pretende trocar de faixa, para azul clara, após o nascimento da sua segunda filha, Cora.  Symara comentou que ainda não fez a troca, pois não se submeteu ao teste para a obtenção do grau em virtude da gestação.

A promotora relatou que continuou no esporte durante a gravidez, fazendo aula duas vezes na semana: “Durante a gestação continuei praticando Muay Thai, com o Personal Fight Luciano Contini, com quem treino há três anos, até os sete meses e meio, duas vezes por semana”.

Finalizou expondo a série de benefícios que a arte marcial traz para ela: “Os primeiros benefícios são o preparo físico, resistência, controle do peso. Para além desses resultados imediatos, o Muay Thai produz uma sensação de bem-estar porque permite que, durante a aula, sejam extravasadas todas as tensões acumuladas, trazendo mais serenidade e autocontrole”.

Esportes na Gravidez

A prática de esportes e atividades físicas durante a gestação traz muitos benefícios para a mãe e para o bebê. Um estudo da Universidade de Montreal mostra que o aumento da circulação de sangue na placenta causada pelos exercícios aeróbicos melhora a oxigenação do bebê no útero favorecendo seu desenvolvimento cerebral. Já para a mulher, manter-se ativa durante a gestação promove maior disposição, menos inchaço e enjoos, diminui as dores nas costas e nas articulações e previne doenças como o diabetes gestacional e a hipertensão arterial.

 Ainda, segundo o ginecologista e obstetra Julio Bernardi, em entrevista para o site boa forma, a mulher que tem o hábito de fazer um determinado exercício, esporte pode continuar a praticá-lo até o fim da gestação, quando autorizada pelo médico.

Leia mais aqui sobre gestação e luta.


Leia Também