Notícias

APMP promove coquetel de lançamento do livro “Breve História das Mulheres do Ministério Público do Paraná”

Confirme sua presença! 
8 de July de 2022

No dia 29 de julho, a Associação Paranaense do Ministério Público (APMP) realizará o coquetel de lançamento do livro “Breve História das Mulheres do Ministério Público do Paraná - 1891-1991”. A obra é uma iniciativa do Memorial do Ministério Público do Paraná (MPPR) e apresenta os passos das promotoras e das servidoras na trilha da evolução do Ministério Público. O autor do livro é o historiador Cristiano de Oliveira Viana Correia.  

O lançamento ocorrerá no salão nobre da sede da APMP, em Curitiba (Rua Mateus Leme, 2018, 3º andar), a partir das 19h, e conta com  apoio da Associação dos Servidores do Ministério Público do Paraná (ASSEMP-PR). Todos os associados e dependentes da APMP, bem como os associados da ASSEMP-PR (membros do MPPR), estão convidados e podem confirmar presença até o dia 27/07/2022. 

CONFIRME AQUI SUA PARTICIPAÇÃO!  

Na ocasião, haverá venda do livro.  

Para o presidente da APMP, André Tiago Pasternak Glitz, é importante conhecer as mulheres que passaram pelo MPPR e suas realidades, para que a instituição atue cada vez mais assertivamente em ações efetivas de gênero. “Um trabalho como o desenvolvido para a publicação deste livro é de extrema importância para dar visibilidade à história da nossa instituição sob uma perspectiva feminina e, com isso, oportunizar, conhecendo o passado, uma atuação, hoje, do Ministério Público Araucariano, atenta às questões de gênero ”, comentou.  

A Diretoria da APMP em conjunto com a Diretoria Operacional de Mulheres Associadas têm atuado na esfera institucional trazendo para a pauta assuntos de gênero por meio dos requerimentos apresentados. “A atuação da APMP busca esse olhar para a realidade da mulher em nossa instituição e na sociedade, nossos pleitos buscam a efetiva igualdade de gênero no MPPR. Podemos destacar o último pleito protocolado por esta Entidade de Classe, no dia 28 de junho, solicitando a célere criação e implantação do Comitê de Igualdade de Gênero, em atenção à Resolução nº 79 do CNMP, e que foi atendido com a publicação da Resolução nº 4848/2022”, explicou André Glitz (veja mais aqui).

A Diretora de Mulheres da APMP, Mariana Dias Mariano, também enalteceu o lançamento do livro e comentou da importância do agir para que a equidade de gênero seja alcançada. “Ao ler a obra, compreendemos o caminho percorrido e o quanto demorou para chegar onde estamos. Nenhuma conquista veio de graça, tudo dependeu de uma ação. Se ainda precisamos buscar a igualdade dentro da carreira, é necessário ter a consciência que precisamos agir, assim como as mulheres que nos antecederam”, destacou Dias. 

SOBRE A OBRA  

O livro, que conta com mais de 400 páginas, é dividido em duas partes. Na primeira, é possível conhecer mais sobre as mulheres vanguardistas, como Walkyria Moreira da Silva Naked, Maria Alexandrina Ferreira Chaves e Haydée Guérios Bittencourt, em suas trajetórias de ingresso no Ministério Público e esquecidas pela memória institucional.  

Na segunda parte do livro, o autor aborda a realização do primeiro concurso para ingresso na carreira de membro da instituição (1951), momento em que o Estado do Paraná passa a observar determinação da Constituição Federal (1946) e da Constituição Estadual (1947). A seguir, é apresentado ao leitor as mudanças que afetaram a instituição, dividindo a narrativa nas décadas seguintes à de cinquenta.   

Com coordenação editorial da associada Valéria Teixeira de Meiroz Grilo, procuradora de Justiça aposentada, o livro foi patrocinado pela Associação Paranaense do Ministério Público (APMP), com apoio da Escola Superior do MPPR e da Associação dos Servidores do Ministério Público do Paraná (Assemp).  

Valéria explica que a ideia do projeto surgiu da importância de trazer a reflexão sobre o aumento da participação feminina no Direito. “Acreditamos que a publicação da obra transcende o espaço institucional para a interlocução com a sociedade, por meio da produção de conteúdo de referência que aborda um contexto mais abrangente:  a questão de gênero vivenciada por todas as mulheres operadoras do Direito no Brasil. Trata-se de uma obra necessária, que enriquecerá a produção científica da nossa instituição”, afirma.   

Após o lançamento, a obra estará à venda na APMP.   

WEBSÉRIE  

O Memorial e a Escola Superior do MPPR lançaram a websérie “Breve história das mulheres do Ministério Público do Paraná: 1891-1991”, inspirada no livro. A iniciativa objetiva visibilizar a história das mulheres como protagonistas da instituição. Formada por nove episódios, apresenta temas transversais abordados na obra, que se propõe a construir uma memória institucional a partir da narrativa de promotoras e servidoras. Os episódios podem ser assistidos no canal da Escola Superior no Youtube

Mais informações sobre o coquetel de lançamento: (41) 3352-2919 ou cerimonial@apmppr.org.br

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.